Avançar para o conteúdo principal

Os Alimentos Mais Ricos em Fibra

Pretende adicionar mais fibra à sua dieta? A fibra alimentar, juntamente com a ingestão adequada de líquidos - ajuda a promover o funcionamento adequado do trato intestinal. Uma dieta rica em fibra também pode ajudar a reduzir o risco de obesidade, problemas cardiovasculares e diabetes.

Aqui tem uma lista dos alimentos mais ricos em fibra, distribuídos pelos vários tipos de alimentos. Leia os rótulos dos alimentos para descobrir a quantidade de fibra presente neles. As mulheres devem tentar ingerir pelo menos 21 a 25 gramas de fibra por dia, e os homens devem apontar para 30 a 38 gramas por dia.

Os alimentos mais ricos em fibra

*Por cada 100 gramas:

Cereais

  • Farelo de milho: 79g
  • Farelo de trigo: 43g
  • Farinha de centeio: 23g
  • Farelo de arroz: 21g
  • Farelo de aveia: 15g
  • Farinha de centeio: 15g
  • Farinha de triguilho: 15g
  • Gérmen de trigo: 13g
  • Farinha de trigo integral: 12g
  • Aveia: 11g
  • Quinoa: 7g
  • Cevada cozida: 4g
  • Aveia cozida: 3g
  • Quinoa cozida: 3g
  • Pasta integral cozida: 3g
  • Pasta cozida: 2g
  • Amaranto cozido: 2g
  • Arroz integral cozido: 2g
  • Arroz branco cozido: 1g

Cereais café-da-manhã

  • Kellog´s All Bran: 29g
  • Weetabix Integral: 11g
  • Aveia instantânea: 10g
  • Muesli: 7g
  • Kellogg´s Special K: 6g
  • Corn Flakes: 5g

Vegetais

  • Alcachofras cozidas: 9g
  • Wasabi: 8g
  • Alga agar seca: 8g
  • Couve de bruxelas: 4g
  • Espinafres: 4g
  • Couve: 4g
  • Berinjela crua: 4g
  • Bróculos cozidos: 3g
  • Couve-flor cozida: 3g
  • Salsa crua: 3g
  • Quiabo cru: 3g
  • Repolho cozido: 3g
  • Endivia crua: 3g
  • Erva-doce crua: 3g
  • Couve-nabo cru: 3g
  • Cogumelos cozidos: 2g

Frutas

  • Maracujá: 10g
  • Tâmara: 12g
  • Abacate: 7g
  • Passas: 7g
  • Ameixas secas: 7g
  • Framboesas: 6g
  • Goiaba: 5g
  • Amoras: 5g
  • Sapota: 5g
  • Tamarindo: 5g
  • Fruta-pão: 5g
  • Arandos: 5g
  • Anona: 4g
  • Groselha: 4g
  • Romã: 4
  • Dióspiro: 4g
  • Pera: 4g
  • Kiwi: 3g
  • Figo: 3g
  • Maça: 3g
  • Carambola: 3g
  • Limão e Lima: 3g
  • Banana: 3g
  • Mirtilos: 3g
  • Laranja: 2g
  • Cereja: 2g
  • Pêssego: 2g
  • Morangos: 2g
  • Marmelos: 2g
  • Manga: 2g
  • Papaia: 2g
  • Tangerina: 2g
  • Clementina: 2g
  • Nectarina: 2g
  • Toranja: 2g
  • Pêssego: 1g
  • Ananás: 1g
  • Ameixas: 1g
  • Melão: 1g

 

Sementes/Frutos secos

  • Sementes de chia: 38g
  • Sementes de linho: 27
  • Carne de coco seca: 16g
  • Sementes de sésamo tostadas: 17g
  • Amêndoas: 14g
  • Castanha tostada: 12g
  • Sementes de girassol: 11g
  • Pinhão: 11g
  • Avelãs: 11g
  • Pistache: 11g
  • Coco ralado seco: 10g
  • Noz pecan: 10g
  • Noz de Ginkgo: 9g
  • Carne de coco crua: 9g
  • Noz da macadamia: 9g
  • Amendoim: 9g
  • Castanha crua: 8g
  • Castanha do pará: 8g
  • Nozes: 7g
  • Noz de areca: 6g
  • Sementes de abóbora tostadas: 4g
  • Castanha de caju: 3g

Leguminosas

  • Semente de soja tostada: 18g
  • Feijão branco cozido: 11g
  • Feijão amarelo cozido: 10g
  • Feijão romano cozido: 10g
  • Feijão pinto cozido: 9g
  • Feijão preto: 9g
  • Grão-de-bico cozido: 8g
  • Lentilhas cozidas: 8g
  • Feijão-vermelho: 7g
  • Feijão-frade cozido: 6g
  • Guando: 6g
  • Feijão-de-lima: 6g
  • Ervilhas cozidas: 5g
  • Semente de soja cozida: 4g
  • Vagem: 3g

Tubérculos

  • Taro cozido: 5g
  • Raiz de lótus: 5g
  • Abóbora cozida: 4g
  • Batata cozida com pele: 3
  • Batata-doce cozida com pele: 3
  • Cenoura cozida: 3g
  • Cenoura bebe crua: 3g
  • Nabiças cruas: 3g
  • Beterraba crua: 3g

*O conteúdo de fibra pode variar entre as diferentes marcas e as diferentes variedades do mesmo alimento.

Os benefícios da fibra

Existem vários motivos para dar preferência a alimentos ricos em fibra. Pelo menos um estudo comprovou que a suplementação com uma quantidade moderada de fibra diminui a sensação de fome e aumenta o ritmo metabólico. Estes efeitos positivos podem ser uma boa ajuda para quem pretende perder peso (1).

Um outro estudo comprovou que a suplementação com fibra diminuiu a ingestão de energia e a sensação de fome (2).

Os investigadores desse estudo afirmaram:

A redução na ingestão de energia pela fibra solúvel em condições livres e os efeitos redutores da fibra na fome com uma ingestão baixa de energia, sugere que a fibra poderá ser útil no tratamento da obesidade, ao facilitar a adesão a uma ingestão reduzida de energia.

Conclusão

Não é demasiado difícil ingerir uma boa quantidade de fibra. Para aumentar a sua ingestão de fibra, basta que passe a dar preferência aos alimentos no topo da lista de cada categoria e sempre que possível opte por alimentos integrais, não processados.

Se no seu dia-a-dia ingerir vários tipos de fruta, vegetais, tubérculos como batata e cenoura, abóbora, leguminosas como as lentilhas, feijão, ervilhas e cereais integrais como aveia, irá facilmente obter as quantidades recomendadas de fibra dietética.

Fonte: USDA (United States Department of Agriculture)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quanta proteína é possível absorver por refeição?

Dentre a série de tópicos relativamente controversos englobados no mundo da nutrição temos a questão da quantidade de proteína que o corpo humano consegue absorver no seguimento de uma dada refeição. Relacionado com a mesma temática, temos a questão da definição da quantidade de proteína que idealmente se deve ingerir após a execução de um treino resistido, com vista a maximizar a síntese de proteína muscular. Estudos publicados até há poucos anos concluíram que a ingestão de 20 a 25 g de proteína de boa qualidade (whey, proteína do leite, ou proteína de ovo) após um treino de musculação direcionado à musculatura dos membros inferiores seria o suficiente para maximizar a síntese de proteína muscular em adultos jovens e saudáveis, sendo que em doses superiores os aminoácidos “excedentários” seriam simplesmente oxidados. 1,2   Entretanto, em 2016, os autores Macnaughton et al. 3 verificaram que a suplementação com 40 g de proteína whey após uma sessão de treino de musculação de corpo i

É Melhor Perder Peso de Forma Rápida ou Lenta?

A perda de gordura pode proporcionar vários benefícios para a saúde daqueles que têm excesso de peso. ¹⁻² e é uma necessidade imperativa para atletas de determinados desportos e para aqueles que participam em competições de culturismo e similares.³ No entanto, independentemente do ritmo a que se perde peso, há uma série de consequências negativas que são praticamente impossíveis de evitar. Esses efeitos indesejáveis incluem a diminuição da taxa metabólica basal em repouso,⁴ dos níveis de testosterona,⁵ perda de massa magra,⁶ e diminuição da força muscular.⁷⁻⁸ De forma a minimizar esses efeitos negativos, são muitos aqueles que evitam as dietas mais drásticas, do tipo yo-yo e que, em vez disso, aconselham uma perda de peso lenta, por exemplo, de 0,5 kg de peso corporal, por semana.³ O que diz a ciência? Já foram conduzidos variados estudos que procuraram determinar qual a velocidade de perda de peso que melhor preserva a taxa metabólica, a massa magra, bem como os níveis de testosterona

Qual é a Quantidade de Proteína Ideal para Maximizar a Força e a Massa Muscular?

Tipicamente, os praticantes de musculação almejam obter um físico que, para além de exibir uma percentagem de gordura corporal relativamente baixa, apresente uma musculatura visivelmente desenvolvida, frequentemente ao maior nível possível. Para além destes, e sobretudo com vista a maximizar o seu rendimento, os atletas de desportos de força, assim como os praticantes de outras modalidades desportivas também se interessam particularmente por esta temática.  Neste contexto, os nutricionistas que de algum modo trabalham com estes indivíduos, devem ser capazes de os aconselhar relativamente à quantidade de proteína ideal para maximizar os ganhos de força e de massa muscular, naqueles que executam treino resistido. Será necessária uma dose de proteína superior à recomendada pela EFSA - Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (0,83 g/kg peso)¹ para maximizar os ganhos de força e a hipertrofia muscular em adultos jovens?  Este tópico tem vindo a ser investigado de forma relativame